Skip to content

Aposentadoria por Tempo de Serviço INSS

A aposentadoria por tempo de serviço do INSS se dá através do tempo de contribuição no INSS.

Basicamente, a aposentadoria por tempo de serviço é o benefício concedido para quem contribuiu para o INSS por 35 anos em caso de homens ou 30 anos para mulheres. Sendo assim, não existe uma regra de idade mínima.

Entretanto são muitos os indivíduos que confundem a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS com a aposentadoria por idade.

O que as difere, é que na primeira opção o indivíduo pode se aposentar conforme o tempo que foi contribuído com o INSS enquanto ele for segurado da Previdência.

Todavia, na segunda opção, o benefício é concedido de acordo com a idade atingida pelo beneficiário.

Neste artigo, você será informado sobre tudo que envolve a aposentadoria por tempo de serviço do INSS e sanará suas dúvidas em relação ao assunto.

Para isso, veja abaixo quais tópicos serão abordados ao decorrer do texto:

Aposentadoria por Tempo de Serviço INSS – Como Funciona

Em primeiro lugar precisamos entender como funciona o processo para um aposentado por tempo de contribuição do INSS. Este é um modelo de aposentadoria que se entende como um benefício opcional existente na Previdência Social.

Desta maneira, ele é oferecido para os segurados que preferem não esperar a idade prevista em Lei. Também podemos chamar este procedimento de aposentadoria por tempo de serviço, pois consequentemente ela é liberada assim que o beneficiado em questão já trabalhou o período exigido por lei durante sua vida.

Para que este processo funcione de forma exata, existe três regras das quais o beneficiário precisa seguir:

  1. Ter Tempo de contribuição: quando não possui idade mínima exigida
  2. Obter a Regra de pontuação 85/95: Soma idade e contribuição
  3. Proporcional (somente para quem começou a contribuir antes de 1998)

Se você portanto está dentro de uma destas três opções, pode solicitar a revisão de aposentadoria por tempo de serviço no INSS.

Como solicitar Aposentadoria por Tempo de Serviço INSS

Primeiramente, para solicitar a aposentadoria por tempo de serviço do INSS você precisa saber quais os documentos são fundamentais nessa hora. Isto porque ter a documentação correta vai evitar que você perca tempo ou até mesmo a sua aposentadoria no INSS.

A simulação de aposentadoria por tempo de contribuição no INSS se dá consequentemente a partir destes documentos, por isso ideal que você os tenha em mãos caso esteja interessado no benefício.

Quando você não leva a documentação, o INSS nega aposentadoria por tempo de serviço e acaba não considerando todas as informações que você tem de forma correta.

Além disso, você pode então correr o risco de ter que dar toda a entrada no benefício novamente, o que acarretará em um grande trabalho, certo?

Para que isso seja evitado, veja abaixo os documentos necessário para dar entrada ao benefício da aposentadoria por tempo de serviço:

  • Documento original e cópia do RG.
  • Documento original e cópia do CPF.
  • Comprovante de residência atualizado (mínimo três meses)
  • Carteira de Trabalho – lembre-se de levar todas caso tenha mais de uma.
  • PIS/PASEP ou NIT (Número de Identificação do Trabalhador, composto por 11 números) – É fundamental solicitar o seu em qualquer contato com a Previdência Social
  • Extrato do CNIS.

Com todos estes documentos em mãos, a aposentadoria por tempo de contribuição do INSS vai funcionar de maneira certa e rápida na medida do possível.

Agora, basta apenas você agendar um horário no INSS – Previdência Social e então solicitar a entrada da sua aposentadoria. Depois disso, o INSS irá analisar de precisa ainda de mais documentos e então protocolar o seu pedido.

Sua aposentadoria pode vir negada ou com resposta positiva. Para isso, deve sempre ficar atento ao número do protocolo para saber do resultado.

Outros Tipos de Aposentadoria

A Previdência Social é considerada um dos principais tipos de mecanismos de proteção do trabalhador e sua família. Desta maneira, ela garante que o trabalhador nunca saia lesado e cuida de seus direitos com fundamento e de maneira correta.

Basicamente, é a aposentadoria que garante que a milhões de famílias uma existência digna, que os mantenha bem mesmo depois de sair do mercado de trabalho. Atualmente no Brasil existem 4 principais formas de aposentar-se. 

Abaixo, vamos listar estas opções para que você possa entender de forma melhor os procedimentos, confira:

 Aposentadoria por Idade

Na aposentadoria por idade, o trabalhador precisa comprovar o mínimo de 180 contribuições (15 anos) e 65 anos de idade, quando homem, ou 60 anos para as mulheres.

 Aposentadoria por tempo de contribuição do INSS.

A aposentadoria por tempo de contribuição do INSS, é o foco do nosso artigo. Ela autoriza o segurado a se aposentar antes do atingimento da idade mínima, ou seja, pelo tempo de contribuição.

Aposentadoria por invalidez

Nesta modalidade, a aposentadoria é concedida quando se verifica a incapacidade permanente e total para o trabalho, ou seja, quando o trabalhador acaba perdendo a capacidade para o trabalho.

Aposentadoria Especial

A aposentadoria especial é destinada aos trabalhadores que exercem suas atividades em tipos de ambientes considerados insalubres. Nas ocasiões temos os expostos a agentes químicos, físicos assim como biológicos prejudiciais à saúde.

Estes são os 4 principais tipos de aposentadoria, mas é válido ressaltar que cada um deles possui suas particularidades, certo?

Como é feito o cálculo da aposentadoria

Para calcular aposentadoria por tempo de serviço INSS, em primeiro lugar é fundamental calcular o salário de benefício. Esta média corresponde cerca de 80% dos maiores salários de contribuição, corrigidos desde julho de 1994.

Os passos para simular aposentadoria por tempo de contribuição INSS são sete e são sempre feitos por advogados. 

Em virtude de informar, veja abaixo quais são estes passos:

  • 1) Calcular o tempo de contribuição
  • 2) Calcular a carência do benefício
  • 3) Calcular idade exata do segurado
  • 4) Calcular o Fator Previdenciário
  • 5) Calcular a regra 85 95 (90 100) da Previdência
  • 6) Calcular o Salário de Benefício
  • 7) Calcular a RMI – Aplicar coeficiente

Contudo é extremamente válido ressaltar que este cálculo deve ser feito por um profissional que entenda de aposentadoria por tempo de contribuição INSS.

Por fim, agora você pode entender como funciona a aposentadoria por tempo de serviço do INSS e sendo assim, pode compartilhar este artigo nas suas redes sociais para manter ainda mais pessoas informadas.

Para finalizar, assista ao vídeo abaixo e complemente seu conhecimento!

Compartilhar: