Skip to content

O Engano da Carência Auxílio Doença





Conheça os casos que o contribuinte precisa esperar a carência do Auxílio Doença e as situações que são isentas!  Adoecer é um risco natural da vida! Todas as pessoas estão sujeitas a inúmeras enfermidades.

Entretanto, com tantos avanços na medicina, hoje já existe cura ou tratamento para quase todas as patologias que assolam a população. Por isso, independente do seu estilo de vida, cuide-se, proteja sua saúde!

Você foi acometido de uma doença? Terá que se ausentar do trabalho? Não sabe o fazer? Três perguntinhas básicas teremos que fazer:




Você trabalha regido pela CLT? É autônomo? Faz o recolhimento do seu INSS? Se todas as respostas forem positivas, não se preocupe. Você está com seu benefício assegurado, acredita?

Qual é o benefício concedido a todos os contribuintes do INSS à medida que se afastam do trabalho para cuidar da saúde? Será que este benefício tem carência? Estas e outras perguntas serão respondidas neste post!

Dentro de poucos minutos, você terá acesso a um conteúdo esclarecedor sobre a carência auxílio doença.

Será que o auxílio doença tem carência mesmo? Confira!

auxilio doença periodo de carencia
O Engano da Carência Auxílio Doença

Há carência auxílio doença pelo INSS?

O auxílio doença é um benefício assegurado pela Previdência Social. Caso o contribuinte fique impossibilitado de trabalhar por mais de 15 dias em razão de doença ou acidente, é a hora de recorrer a quem possa ajudar!




Neste caso citado acima, é a Previdência Social! Já sabe como funciona? Vamos começar!

Se o empregado trabalha com carteira assinada, até o 15º dia é pago pela empresa. A partir do 16º dia, a quem cabe o pagamento do benefício? A Previdência Social se responsabiliza por efetuar o valor referente ao auxílio doença.

Quem é considerado um contribuinte individual? Os empresários, trabalhadores por conta própria e os profissionais liberais.

Caso necessitem dar entrada no auxílio doença, a quem cabe o pagamento? Novamente, temos a Previdência Social. Ela efetuará o pagamento mediante o requerimento do benefício aprovado.

Agora, uma pergunta que não quer calar?
carência para auxílio doença? Você se arrisca dar um palpite? Se você disse sim, está correto!

Para ter direito a este benefício, a Previdência Social exige um prazo de carência para auxílio doença de, no mínimo, 12 meses de contribuição.

Regras gerais para carência no auxílio-doença

Como você já sabe, para usufruir do auxílio doença, é preciso passar na Perícia Médica para fins de verificação de sua incapacidade laboral.



Nesses últimos anos, diante de tantas alterações na legislação, é preciso ficar atento às novas normas do âmbito do direito trabalhista.

Sobre o auxílio doença, você sabia que as alterações promovidas pelo Governo Federal estão valendo tanto para os empregados e os empregadores?

carencia auxilio doença segurado especial

Por isso, vale a pena analisar as regras gerais para a carência no auxílio-doença. Que tal conferir?

Todo contribuinte individual, segurado doméstico, empregado pela CLT, trabalhador avulso, que necessite recorrer ao auxílio doença, precisa estar atento a vários requisitos:

  • Qual o período de carência para auxílio doença de todos os contribuintes? Eles deverão contribuir por, no mínimo, 12 meses;
  • Se for acidente de trabalho, é isento de carência do auxílio doença;
  • Em se tratando de doenças consideradas graves, é isento de carência para receber o auxílio doença.


Você atende aos requisitos acima? É só solicitar uma Perícia Médica na Previdência Social a fim de que se constate seu problema de saúde!

Auxílio doença para autônomo tem carência?

Como descrever um autônomo perante o INSS? É todo trabalhador que exerce atividade profissional por conta própria ou até mesmo presta serviço para outra pessoa. Sabe como formalizar sua inscrição?

Não? Acompanhe o passo a passo e fique em dia com seu INSS:

  • É preciso ter um cadastro no PIS ou NIT através do site da dataprev (http://www.dataprev.gov.br/), pelo número de telefone 135 ou se desloque até uma agência do INSS mais próximo de sua casa.
  • É preciso escolher o seu tipo de contribuição. Para os autônomos, a categoria mais utilizada é a de Contribuinte Individual.
  • Para proceder com o pagamento, preencha a Guia da Previdência Social(GPS);
  • Dirija-se a Casa Lotérica ou ao banco mais próxima de sua residência para efetuar o pagamento.

Havendo uma necessidade do autônomo recorrer ao auxílio doença autônomo, será que ele deverá esperar a carência auxílio doença autônomo?

O que você acha? Para responder esta pergunta acompanhe os requisitos básicos:

  • Se o acidente ocorreu durante o momento de trabalho, é isento de carência auxílio doença;
  • Foi acometido de doença grave? É dispensado o período de carência auxílio doença!

Tempo de contribuição do MEI para auxílio doença

Todo Microempreendedor Individual é classificado como contribuinte individual da Previdência Social. Como se dá sua contribuição?

Através da Guia DAS-MEI (Documentos de Arrecadação do Simples Nacional – Microempreendedor).

Ela é gerada quando você formaliza seu cadastro no site oficial do microempreendedor.

Uma dúvida que não quer calar! Qual é a regra para solicitar o auxílio doença MEI?

  • Primeiramente, é preciso fazer suas contribuições mensais;
  • Fazendo as contribuições em dia, é preciso cumprir o período de carência auxílio doença microempreendedor. Falando nisto, você sabe qual a carência do MEI para auxílio doença? É de 12 contribuições contadas a partir do 1º pagamento.

Mas, como toda regra há uma exceção, conheça os casos que há dispensa do MEI carência auxílio doença:

  • Quando solicitar o auxílio doença para o MEI? Pagou seu DAS? Se sim, a partir desta data se você está incapacitado ao trabalho, já pode solicitar o auxílio doença.

Mas tem um detalhe: Esta opção só é válida se for por motivo de doença grave ou acidente de qualquer natureza.

  • Quais são os tipos de doenças estabelecidas pelo Ministério da Saúde que não é necessário cumprir a carência auxílio doença microempreendedor? São diversas:


Cardiopatia grave; Tuberculose; AIDS; Paralisia (irreversível ou incapacitante); Mal de Parkinson; Cegueira; Hanseníase; Neoplasia maligna; Contaminação por radiação; Alienação mental; Nefropatia grave; Espondiloartrose.

Para desempregados, há carência para auxílio doença?

Está desempregado? Ficou doente? Está sofrendo com uma doença que o incapacita para o trabalho? Calma!

Temos uma notícia importante.

Você pode requerer o benefício por incapacidade que pode ser o auxílio doença, a aposentadoria por invalidez ou até mesmo o auxílio acidente, se for o caso!

O que acha de entender melhor toda essa história? Certamente, ela é do seu interesse!

Vamos em frente!

  • Todas as pessoas desempregadas, caso adoeçam, tem direito a um período considerado “de graça” para que possa recorrer ao auxílio doença;
  • O que é o “Período de Graça”? Refere-se ao tempo em que o trabalhador permanece na condição de segurado do INSS mesmo que não esteja trabalhando;
  • Está desempregado? Como fazer os cálculos para você saber se tem direito ao auxílio doença? Veja qual é sua data de demissão, conte o tempo que você está desempregado! Se a quantidade de meses for superior a 12 meses, infelizmente você não terá direito ao benefício!
  • E se os cálculos for inferior a 12 meses? Junte um laudo médico que comprove sua incapacidade para o trabalho, faça a Perícia Médica e certamente você será aprovado no auxílio-doença desempregado.

Ainda está em dúvida se há carência auxílio doença desempregado? Não? Percebeu que o ponto a ser levado em consideração é o prazo de 12 meses contados a partir da data da demissão!

Se está nesse período recorra ao auxílio e tenha uma excelente recuperação na saúde!

Auxílio doença para doméstica tem carência?

Você é empregada doméstica? Houve um acidente com você ou foi acometida de algum problema de saúde? Não sabe o que fazer?

Você pode recorrer ao auxílio doença!

Existe alguma norma? Saiba que a regra do auxílio doença para a empregada doméstica é igual para qualquer contribuinte do INSS.

Vamos recapitular:

  • Está de posse de um atestado médico que comprove sua incapacidade temporária ao trabalho? Agende uma Perícia Médica!
  • O médico da perícia comprovou que você precisa se ausentar do trabalho para cuidar da saúde? Isto é um sinal que você receberá o auxílio doença!

Uma dúvida que muita gente tem é se o auxílio doença empregada doméstica tem carência?

Ora, assim como os demais casos, é preciso cumprir a carência de 12 meses de contribuição, contados a partir da primeira parcela paga e sem atraso.

Vale lembrar que em casos de acidentes ou doenças graves, não há tempo de carência para auxílio doença.

Gostou da leitura? Tirou suas dúvidas?

Analise em qual situação você se encontra e tente aproveitar o auxílio doença para cuidar de sua saúde! Boa sorte!



Compartilhar: