Skip to content

Prova de Vida Pensionista do INSS – Qual a diferença? Entenda!

As pessoas que se aposentaram no Brasil pelo sistema público já devem ter ouvido falar da prova de vida pensionista INSS. Mas, apesar de ser um tema relativamente comum, ainda existem muitas dúvidas sobre ele.

Só que antes de dar detalhes sobre prova de vida para aposentados e pensionistas do INSS 2020, precisamos deixar claro que nosso site não representa nenhuma instituição oficialmente ou possui qualquer ligação com as mesmas aqui citadas.

Nosso objetivo é auxiliar você leitor a encontrar respostas para suas dúvidas e questionamentos de maneira clara e objetiva, através da divulgação de informações encontradas em sites oficiais e veículos de imprensa. Dessa forma, se você tem dúvidas sobre a prova de vida aposentados e pensionistas INSS aqui vamos tentar esclarecer os principais tópicos sobre o assunto!

Devidos aos acontecimentos dos últimos meses, esse procedimento comum do INSS deixou de ser exigido em 2020. Entretanto, a exceção não se estendeu para 2021 e aqueles que recebem a aposentadoria pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) devem comparecer para realizar a prova de vida pensionista INSS 2021. Quer saber mais sobre esse tema? Então, leia esse artigo até o final! Bom proveito!

Prova de Vida Pensionista do INSS: como funciona?

prova de vida pensionista inss 2021
Prova de Vida Pensionista do INSS – Qual a diferença? Entenda!

Todos os segurados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Nacional são obrigados a realizar a prova de vida pensionista INSS. Essa obrigatoriedade percorre todos os tipos de benefícios e formas de recebimento – cartão magnético, conta-corrente ou poupança.

De maneira geral, a prova de vida para pensionista do inss deve ser realizada todos os anos, sem falta. Normalmente esse procedimento é realizado em agências do INSS ou agências bancárias, mas também pode ser feito em consulados, embaixadas ou até mesmo em casa. Para que a prova de vida seja feita em domicílio é necessário que o segurado apresente dificuldade de locomoção previamente comprovada.

Prova de Vida Pensionista do INSS: como é feita?

A prova de vida pensionista INSS, como dissemos, pode ser realizada em diferentes locais, de acordo com a necessidade e a realidade de cada aposentado. A maneira mais comum é comparecer à agência bancária onde recebe o benefício e apresentar alguns documentos.

Uma vez lá, deverá apresentar algum documento de identificação com foto – carteira de identidade, carteira nacional de habilitação, carteira de trabalho ou passaporte. Atenção! O CPF não é um documento válido nesse momento pois não possui foto.

Atualmente, em algumas instituições, já é possível realizar a prova de vida pensionista do INSS através de terminais de autoatendimento, graças a biometria. A implementação da nova tecnologia para esse tipo de obrigação auxilia a agilizar o processo que deve ser feito por muitos brasileiros todos os anos.

Prova de vida por procuração

Em determinados casos, também é possível realizar a prova de vida aposentados e pensionistas do INSS através de um procurador. Nesse tipo de situação é necessário que a pessoa designada como procurador se dirija a uma agência do INSS com um atestado médico emitido a menos de 30 dias em mãos que justifique a ausência do próprio beneficiário. Além disso, deve apresentar também uma procuração registrada em cartório.

Prova de vida para beneficiários acima de 80 anos ou com dificuldade de locomoção

Em casos onde os beneficiários possuem mais de 80 anos ou apresentam alguma restrição de locomoção devido à doença ou idade avançada, a prova de vida pensionista INSS está autorizada a ser realizada através do aplicativo “Meu INSS” ou do site oficial do INSS.

Essa novidade entrou em vigor desde a prova de vida para pensionistas do inss 2020, diante dos impedimentos do ano. Apesar dessa nova facilidade, não se esqueça que qualquer impedimento de locomoção ou idade avançada deve ser comprovada através de atestado médico.

Qual a diferença que tem um pensionista do INSS?

Muita gente confunde ou até mesmo usa como sinônimo a condição de aposentado e pensionista do INSS. Entretanto, para melhor compreender como funciona o recebimento de benefícios é necessário saber a diferença entre esses dois status de segurados do Instituto Nacional de Seguridade Social.

Dessa forma, o aposentado é aquele que recebe diretamente o benefício da aposentadoria, por meio de contribuição ao órgão. Podendo ser: por invalidez, por tempo trabalhado ou por idade. Por outro lado, o pensionista é quem é dependente de um contribuinte direto do INSS que já faleceu. Ou seja, recebe através da contribuição realizada por um terceiro, que deve ser parente. Os dependentes são classificados em três classes:

  • Primeira classe: cônjuges ou filhos menores de 21 anos;
  • Segunda classe: pais,
  • Terceira classe: irmãos não emancipados menores de 21 anos ou incapazes.

prova de vida para aposentados e pensionistas do inss 2020

Quem pode perder a pensão do INSS?

A perda da pensão pode ocorrer em casos de não comparecimento na prova de vida pensionista INSS. Todos os anos os beneficiários são requisitados a comparecer à uma instituição qualificada para realizar a prova de vida. Em casos onde o aposentado ou pensionista não comparece na data indicada, o pagamento do benefício é automaticamente bloqueado até o comparecimento na instituição para comprovação.

Em casos de não comparecimento, mesmo após o bloqueio, é possível que o pagamento do benefício seja cancelado definitivamente. Além dessa situação, outras irregularidades podem acarretar na perda da pensão do INSS, tais como:

  • Retorno ao trabalho em atividade nociva à saúde ou à integridade física do segurado que recebe aposentadoria especial;
  • Reaparecimento do beneficiário considerado falecido por decisão judicial;
  • Retorno ao trabalho do segurado aposentado por invalidez,
  • Verificação, pelo INSS, de concessão ou manutenção de benefício de forma irregular ou indevida.

Quais as principais regras do pensionista do INSS?

Para ter acesso aos direitos oferecidos pelo Instituto Nacional de Seguridade Social, os beneficiários devem seguir algumas regras e deveres. A principal é realizar a prova de vida pensionista INSS, claro. É através dela que o recebimento do benefício é garantido por mais 12 meses.

Além disso, todos os aposentados e pensionistas também devem realizar o recadastramento anual, no mês de seu aniversário, caso isso não seja feito, corre-se o risco de ter o benefício cancelado. E, por fim, devem também manter seu cadastro atualizado. Em casos de mudança de endereço, conta corrente ou telefone, é obrigação do beneficiário informar à Previdência Social a modificação ocorrida.

Gostou do que encontrou por aqui, mas ainda ficou com alguma dúvida? Não deixe de dar uma olhada nesse vídeo que separamos, aqui você vai encontrar mais informações que vão te ajudar com certeza!

Além disso, se gostou do nosso artigo, visite nosso site! Lá você vai encontrar outras matérias como essa que têm por objetivo informar e te ajudar a entender melhor sobre diversos assuntos importantes do dia a dia. Acesse agora:http://meuinssonline.com/.

Compartilhar: